Curso: Adaptação de Atividades e Provas Escolares

Por 25/09/2019 Gerais, Notícias

O curso Adaptação de Atividades e Provas Escolares, com duração de 9 meses, tem início a partir de outubro, em Goiânia. Ele será ministrado pela Professora Especialista Rosana Mendes.  O objetivo do curso é orientar os profissionais sobre as novas técnicas para atuação respeitando as diversidades, tanto com as adaptações curriculares como nas avaliações escolares.

Com um módulo por mês, sendo o primeiro no dia 26 de outubro, o curso tem carga horária total de 80 horas, sob coordenação do Dr Jaime Luiz Zorzi e organização da psicopedagoga Janaína Carla Santos. O certificado é emitido pelo CEFAC Saúde/Educação. As aulas têm início às 8h e término às 17h30.

A palestrante do curso é a professora Rosana Mendes, fonoaudióloga, pós-graduada em neuroeducação e mestranda em ciências da Saúde. Ela é autora do protocolo CRA – classificação para Reenquadramento de Aprendizagem e dos livros Manuais de Modelos de Avaliativas Adaptadas do ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II e Ensino Médio.

Valores: A inscrição custa R$ 150,00 e a mensalidade R$ 550,00.

Mais informações sobre o curso podem ser obtidas no telefone 62 99973-3907 ou no e-mail: [email protected]

Os módulos são, respectivamente:

 1 – Classificação para reenquadramento da aprendizagem – PROTOCOLO CRA OU CDRA.

2 – Refletindo sobre o funcionamento cerebral de um estudante com dificuldades escolares; Oficina de atividades e provas para DIFICULDADES ESCOLARES.

3 – Refletindo sobre o funcionamento cerebral de um estudante com TRANSTORNOS FUNCIONAIS, especificamente TDAH.

4 – Refletindo sobre o funcionamento cerebral de um estudante com  TRANSTORNOS FUNCIONAIS, especificamente a DISLEXIA.

5- Refletindo sobre o funcionamento cerebral de um estudante  com TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA.

6 – Estratégias básicas para elaboração de provas para os Transtornos do Espectro Autista.

7 – Oficina de atividades e provas Adaptadas para estudantes portadores de TRANSTORNOS FUNCIONAIS.

8 – Refletindo sobre o funcionamento cerebral de um estudante com DEFICIÊNCIA INTELECTUAL. Estratégias básicas para elaboração de provas para DEFICIÊNCIA INTELECTUAL.

9 – Oficina de atividades e provas para estudantes portadores de DEFICIÊNCIA INTELECTUAL.

SepeGo

SepeGo

Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino de Goiânia Saiba mais>>