Maioria dos adolescentes dos países desenvolvidos estão satisfeitos com suas vidas